+ Ampliar Foto
fechar x clique na foto para trocar
  • CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE NACIONAL NAS CRÔNICAS DA REVISTA DO BRASIL, A  
  • Código: 978-85-7642-005-7
  • De: R$43,00
    Por: R$15,00
  • Previsão de liberação: Imediato
  • Autora: Maria Inês Batista Campos
    274pp.
    A Revista do Brasil, dirigida por Monteiro Lobato de 1918 a 1925, destacou-se entre as muitas publicações de cultura que circularam em São Paulo. Ela se tornou importante espaço discursivo e seu objetivo foi mostrar a imagem de um novo país que utilizava modernas técnicas da imprensa a serviço da propaganda nacionalista. A revista tornou-se um paradigma cultural, abrindo espaço para a discussão da identidade nacional.
    A Construção da Identidade Nacional analisa dezessete crônicas publicadas na Revista do Brasil e colocadas em diálogo com ela. Seus autores eram intelectuais já consagrados e também jovens escritores ainda desconhecidos. Muitos deles vieram a influenciar intensamente a vida das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro e, ao longo do tempo, tiveram atuação significativa no campo político-cultural brasileiro. São eles: João Ribeiro, Sérgio Milliet, Rodrigo de Andrade, Martim Francisco, Gastão Cruls, Luís da Câmara Cascudo, Frederico Villar, Orlando Machado e Mário de Andrade.
    Segundo a professora Beth Brait, esta obra chega num momento oportuno, em que o debate sobre gênero está em voga, especialmente no que se refere ao ensino de leitura e produção de textos. A autora surpreende a crônica em seu contexto social, teoricamente fundamentada na compreensão do gênero enquanto produção que circula em determinada esfera ideológica, em determinado tempo e espaço e, por isso, pode dizer muito sobre os discursos em movimento na ocasião de sua produção e recepção. Além disso, ressalta a importância de estudo de periódicos na compreensão de aspectos significativos da cultura brasileira.
    Ao final, o leitor encontrará seis crônicas de arte de Mário de Andrade, publicadas em 1923 na Revista do Brasil. Conhecidas apenas por estudiosos, sua publicação representa uma oportunidade de acesso do público à produção de escritor modernista quando jovem.

* As fotos dos produtos são ilustrativas e não correspondem ao seu tamanho real.
Voltar